Antecipação saque-aniversário deixa o saldo bloqueado? Veja possíveis impactos

12/12/2023

0
FavoritarFavoritar artigo0

A antecipação do saque aniversário deixa o saldo do FGTS bloqueado? Como desbloquear os valores? Confira tudo isso aqui!

Publicidade

A antecipação do saque-aniversário deixa o saldo do FGTS bloqueado? Esta operação atrai cada vez mais trabalhadores que buscam dinheiro extra e não querem esperar até a liberação tradicional do benefício.

Todavia, ela também possui reflexos que podem não ser tão atrativos.

Acompanhe o Guia do Ex-Negativado e saiba quais são eles e o que acontece na adesão ao empréstimo do Fundo de Garantia.

O saldo do FGTS fica bloqueado por antecipação do saque-aniversário?

Sim, é verdade que o saldo do FGTS fica bloqueado parcialmente devido à antecipação do saque-aniversário.

Essa antecipação, que é essencialmente uma operação de empréstimo, utiliza o saldo do FGTS como garantia para oferecer taxas de juros mais vantajosas ao trabalhador.

O interessante desse mecanismo é que o trabalhador não precisa desembolsar dinheiro do próprio bolso para, então, cumprir com as parcelas do empréstimo.

A quitação ocorre de forma prática e automática, com o desconto direto na conta do Fundo de Garantia.

Para ilustrar, suponhamos que alguém tenha antecipado o recebimento de 3 parcelas.

Quando chegar o aniversário desse trabalhador, o montante liberado no respectivo ano não será sacado por ele, pois será destinado diretamente ao credor da dívida.

Isso implica que, durante esses 3 anos, não será possível efetuar o saque-aniversário.

Para garantir que a dívida será paga ao credor, o saldo do FGTS fica bloqueado no limite da antecipação do saque aniversário.

 É uma maneira de utilizar recursos próprios do trabalhador, já disponíveis no FGTS, para viabilizar um empréstimo com condições mais favoráveis.

Veja ainda:

Tem como desbloquear o FGTS?

Em determinadas situações, é possível desbloquear o FGTS.

No entanto, quando se trata do uso do FGTS como garantia para uma operação de crédito, o desbloqueio está condicionado ao pagamento da dívida resultante da antecipação das parcelas do saque-aniversário.

Para efetuar o desbloqueio, é necessário negociar com o banco credor. Durante essa negociação, pode-se apresentar alternativas para a quitação da dívida, como a antecipação de parcelas.

Portanto, o desbloqueio do valor do Fundo de Garantia é viável, mas somente quando a dívida que estava vinculada ao FGTS como garantia for completamente quitada.

Caso contrário, é preciso aguardar os descontos anuais automáticos na conta do Fundo para saldar a operação de crédito.

Essa condição ressalta a importância de cumprir com os compromissos financeiros para liberar o saldo do FGTS que estava comprometido como garantia.

Confira:

Avatar de Ana Follmann

Assim como Caetano Veloso, sou uma otimista por determinação. Formada em Direito pela UFPR, especializada em Direito do Trabalho e produtora de conteúdo desde 2018 em nichos diversos e que aguçam minha curiosidade. Também tenho Contato profissional que é: [email protected]

Comente abaixo o que você achou do artigo!

Notícias Rápidas

CPF bloqueado por dívida: É possível? Como saber se tenho direito ao PIS? Como saber se meu título de eleitor está regular? Consultar CNIS pelo CPF O que é carta de crédito Financiar veículo pelo CNPJ MEI Auxílio Natalidade CRAS Se eu excluir a Caixinha do Nubank o dinheiro volta? Saque de benefício após falecimento Onde cai o saque-aniversário Saldo bloqueado Caixa Tem Auxílio maternidade para desempregada Como sacar benefício do INSS Documentos necessários para assinar carteira de trabalho Quem recebe Bolsa Família pode fazer empréstimo na Caixa Econômica Conta poupança pode ter pix? Como ganhar livros físicos de graça? Como fazer Cadastro Único? Golpe Boleto! Motivos Demissão Justa Causa