Meu abono salarial não caiu na conta: possíveis motivos e como resolver

19/03/2024

0
FavoritarFavoritar artigo0

Meu abono salarial não caiu na conta; e agora, o que eu faço? Esse tipo de situação tende a ser comum. Saiba o que fazer.

Publicidade

Meu abono salarial não caiu na conta; e agora? Muitas vezes, durante os períodos de pagamento do PIS/Pasep, é comum que beneficiários se vejam sem entender por que não receberam os valores a que talvez teriam direito. Mas o que está por trás deste problema e como é possível solucioná-lo?

Para muitos brasileiros, o recebimento do abono salarial representa um complemento financeiro significativo.

É um direito de trabalhadores que se enquadram em certos critérios, como ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias no ano base e estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos.

O pagamento é realizado conforme um calendário anual, baseado no mês de nascimento do trabalhador.

Veja ainda:

Meu abono salarial não caiu na conta: principais razões do não recebimento

Conheça agora, alguns dos principais motivos que podem levar ao não recebimento do abono salarial.

1) Cadastro Incompleto ou Incorreto no PIS/PASEP

O primeiro grande obstáculo pode ser o cadastro no PIS/PASEP. Erros ou dados desatualizados podem impedir que o abono seja depositado.

Portanto, é fundamental que o trabalhador tenha seus dados corretamente registrados e atualizados, como estipula o Ministério do Trabalho e Emprego​​.

2) Informações Incorretas Fornecidas pelo Empregador

Outro motivo frequente é a incorreta ou incompleta informação dos dados do trabalhador pelo empregador no eSocial.

Se o empregador não repassou as informações corretas ou fez o repasse fora do prazo, o abono não será liberado.

A legislação exige que os empregadores forneçam esses dados corretamente e dentro do prazo estabelecido para que o benefício seja processado​​.

3) Não Cumprimento dos Requisitos

Como já adiantamos, o trabalhador deve cumprir certos requisitos para ter direito ao abono.

É fundamental estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos; ter trabalhado formalmente e recebido até dois salários mínimos em média por mês; ter trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base; e ter seus dados informados corretamente na RAIS/eSocial pelo empregador​​.

Como resolver a situação

Se você é uma dessas pessoas que diz “meu abono não caiu na conta“, aqui estão as ações recomendadas:

1) Verifique Seus Dados

Primeiro, confira se todos os seus dados estão corretos no sistema do PIS/PASEP.

Isso pode ser feito em agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil, ou online, através dos respectivos sites e aplicativos das instituições.

2) Confirme as Informações com o Empregador

Entre em contato com o departamento de Recursos Humanos da sua empresa para garantir que suas informações foram enviadas corretamente e dentro do prazo pelo eSocial.

3) Consulte o Status do Seu Abono

Você pode verificar o status do seu abono salarial na carteira de trabalho digital ou através dos portais oficiais do governo.

Cumpriu com todos os requisitos e não recebeu os valores? Veja o que fazer

A questão “meu abono não caiu na conta” pode causar frustração, mas muitas vezes a solução é mais acessível do que se imagina.

Manter os dados atualizados, verificar as informações com o empregador e cumprir os requisitos necessários são etapas fundamentais para garantir o recebimento do seu abono salarial.

Caso você tenha cumprido com todos os requisitos e, ainda assim, não tenha recebido seu devido valor, você tem o direito de entrar com um recurso para tê-lo em mãos.

Se quiser entender mais sobre isso, é só clicar na matéria abaixo:

Lembre-se: a informação é a sua maior aliada. Mantenha-se informado e não hesite em buscar seus direitos.

Avatar de Aline Mota

Jornalista, com 18 anos de experiência nas áreas de Comunicação Corporativa de empresas nacionais e multinacionais e produtoras de conteúdo. Formada pela Universidade Bandeirante de São Paulo e pós graduada pela ESPM, Escola de Propaganda e Marketing. Apresentadora do canal de Finanças pessoais, Guia do Ex Negativado, mãe, dona de casa, profissional e apaixonada pela educação financeira. Acredita que com informação e mudança de atitude, é possível encontrar equilíbrio e ter sucesso financeiro. Produziu conteúdos para a Febraram e B3, participou de palestras do Gustavo Cerbasi, maior referência em educação financeira do Brasil.

Comente abaixo o que você achou do artigo!

Notícias Rápidas

CPF bloqueado por dívida: É possível? Como saber se tenho direito ao PIS? Como saber se meu título de eleitor está regular? Consultar CNIS pelo CPF O que é carta de crédito Financiar veículo pelo CNPJ MEI Auxílio Natalidade CRAS Se eu excluir a Caixinha do Nubank o dinheiro volta? Saque de benefício após falecimento Onde cai o saque-aniversário Saldo bloqueado Caixa Tem Auxílio maternidade para desempregada Como sacar benefício do INSS Documentos necessários para assinar carteira de trabalho Quem recebe Bolsa Família pode fazer empréstimo na Caixa Econômica Conta poupança pode ter pix? Como ganhar livros físicos de graça? Como fazer Cadastro Único? Golpe Boleto! Motivos Demissão Justa Causa