, ,

Vazamento de dados Serasa: como saber se o CPF está na lista e a questão dos R$ 30 mil

20/01/2024

0
FavoritarFavoritar artigo0

Vazamento de dados Serasa: como saber se o CPF está na lista dos que possivelmente foram vazados e a questão que envolve os R$ 30 mil.

Publicidade

Vazamento de dados Serasa: como saber se meu CPF está na lista? A pergunta tem sido cada vez mais comum nos buscadores da Internet.

O interesse pelo assunto tem crescido significativamente, em decorrência da Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF) em parceria com o Instituto Sigilo, que busca responsabilizar a Serasa Experian pelo possível vazamento de informações de mais de 223 milhões de brasileiros, tanto vivos quanto falecidos, no ano de 2021.

Informações sensíveis, tais como nomes completos, CPFs, endereços, históricos de geolocalização, dados da Receita Federal e até mesmo detalhes relativos a cartões de crédito, teriam sido expostos, gerando sérias inquietações quanto à segurança e privacidade.

Vazamento de dados Serasa: como saber meus dados foram expostos 

O Ministério Público Federal (MPF) propõe que cada indivíduo que teria sido afetado receba uma compensação de R$ 30 mil, e solicita que a Serasa seja penalizada com uma multa pelos prejuízos causados à sociedade.

O montante dessa penalidade pode chegar a até 10% do faturamento anual da empresa no último exercício, contudo, não deve ser inferior a R$ 200 milhões.

Adicionalmente, o MPF busca responsabilizar a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) pela exposição inadequada.

Mas afinal, como saber se houve vazamento dos meus dados pela Serasa?

Se houver interesse em acompanhar informações acerca da ação e seus possíveis desdobramentos, é recomendável efetuar o cadastro no Instituto Sigilo.

Dessa forma, o instituto terá a capacidade de enviar atualizações sobre o processo, além de fornecer detalhes sobre como os afetados podem pleitear eventuais indenizações, caso sejam concedidas.

Para realizar o cadastro, visite o site do Instituto Sigilo disponível aqui. 

Ao acessar a plataforma, é só clicar no item “Consultar dado vazado e assinar petição”, e, assim, você fica sabendo a respeito de um possível vazamento de suas informações particulares.

Outras possibilidades

Ainda sobre o vazamento de dados Serasa, tem também como saber mais informações sobre o processo,  realizando uma consulta no site da Justiça Federal de São Paulo, utilizando o número do processo (0736634-81.2020.8.07.0001).

Lá, é viável obter dados acerca do andamento do caso e possíveis desdobramentos.

É recomendável estar atento aos comunicados oficiais divulgados pelo MPF, Instituto Sigilo e pelos órgãos encarregados do desenrolar do caso.

Além disso, acompanhando o Guia do Ex-negativado, que constantemente traz informações atualizadas sobre o assunto, você se mantem informado sobre o andamento da ação e os procedimentos necessários para buscar possíveis indenizações.

Em determinadas situações, é aconselhável buscar aconselhamento jurídico para compreender melhor os direitos individuais diante do vazamento de dados.

Nesse contexto, um advogado especializado pode fornecer orientações específicas e detalhadas acerca do processo, bem como dos direitos do indivíduo afetado.

Vazamento de dados Serasa: Isenção de Custos na Iniciativa

A participação na ação movida pelo MPF e pelo Instituto Sigilo não implica em nenhum custo para aqueles afetados.

Pelo contrário, o objetivo é garantir compensações por danos materiais e morais sem que os indivíduos tenham que arcar com despesas.

É importante destacar que não há necessidade de efetuar qualquer pagamento relacionado a este assunto. Fique atento para evitar cair em possíveis golpes que solicitem dinheiro.

Essa ação busca não só reparação financeira, mas também mudanças estruturais e a garantia de que situações similares não ocorram novamente no futuro.

Lembre-se, a proteção dos seus dados pessoais é um direito fundamental, e todas as empresas devem respeitá-lo. Caso contrário, elas podem enfrentar sérias consequências legais.

Versão da Serasa Experian

Em comunicado, a Serasa Experian refutou as alegações de que está obrigada a pagar uma compensação de R$ 30 mil.

A empresa assegurou ter demonstrado de maneira conclusiva, a ausência de qualquer invasão em seus sistemas ou indícios de que um eventual vazamento teria se originado em suas bases de dados.

Também salientou que a segurança dos dados é sua prioridade máxima, ressaltando o estrito cumprimento da legislação brasileira nesse sentido.

Importante destacar que a ação continua em curso, ainda sem uma decisão final proferida.

Avatar de Ana Follmann

Assim como Caetano Veloso, sou uma otimista por determinação. Formada em Direito pela UFPR, especializada em Direito do Trabalho e produtora de conteúdo desde 2018 em nichos diversos e que aguçam minha curiosidade. Também tenho Contato profissional que é: [email protected]

Comente abaixo o que você achou do artigo!

Notícias Rápidas

CPF bloqueado por dívida: É possível? Como saber se tenho direito ao PIS? Como saber se meu título de eleitor está regular? Consultar CNIS pelo CPF O que é carta de crédito Financiar veículo pelo CNPJ MEI Auxílio Natalidade CRAS Se eu excluir a Caixinha do Nubank o dinheiro volta? Saque de benefício após falecimento Onde cai o saque-aniversário Saldo bloqueado Caixa Tem Auxílio maternidade para desempregada Como sacar benefício do INSS Documentos necessários para assinar carteira de trabalho Quem recebe Bolsa Família pode fazer empréstimo na Caixa Econômica Conta poupança pode ter pix? Como ganhar livros físicos de graça? Como fazer Cadastro Único? Golpe Boleto! Motivos Demissão Justa Causa